Carteira de Motorista Internacional (pela Internet)

Os motoristas paranaenses que vão viajar para outros países podem fazer sua Permissão Internacional para Dirigir (PID) pela internet e receber o documento em casa, pelos Correios. O documento poderá ser obtido por meio do programa Detran Fácil, que desde maio oferece segunda via da Carteira Nacional de Habilitação, CNH definitiva e Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

Com o Detran Fácil, toda a operação é feita de casa. O motorista solicita a Permissão pelo endereço eletrônico e recebe o documento em até 10 dias úteis”.

PID – A Permissão Internacional para Dirigir é aceita em mais de 80 países que mantêm acordos internacionais com o Brasil, como Estados Unidos, Canadá e Chile. Na Europa, a PID é obrigatória na Itália, Grécia e Áustria. Nos demais países europeus, a legislação de trânsito permite que o turista apresente a carteira de habilitação brasileira, desde que o tempo de viagem não ultrapasse seis meses em Portugal e 90 dias nos outros países.

Por lei, a PID tem a mesma validade, categoria e restrições médicas da CNH. Vale lembrar, entretanto, que ela não pode ser usada em território nacional como substituta da carteira de motorista, o que caracteriza infração de trânsito e é punido com multa.

A taxa de emissão do documento é de R$ 46,48. O serviço também se estende aos motoristas que já estão fora do país. Neste caso, a correspondência será entregue no endereço registrado, no Paraná. Quem estiver com o cadastro desatualizado junto ao Detran deverá comparecer à unidade mais próxima e regularizar sua situação.

COMO USAR –
Os serviços on-line estão disponíveis no site www.detran.pr.gov.br. Basta clicar no link Detran Fácil, no lado direito da tela, ou clicando no link à esquerda, ou ainda no ícone abaixo. Depois, o motorista deve preencher o protocolo com seus dados, imprimir e pagar a guia de recolhimento.

A foto e as impressões digitais da primeira habilitação serão reutilizadas e o pagamento do boleto bancário será identificado automaticamente. Depois de confirmado o processo, o Detran emite a PID e envia ao endereço do condutor pelos Correios.

Fonte: DETRAN/PR – Assessoria de Comunicação Social